Unimed abre mais de 300 vagas na saúde: há oportunidades para enfermeiros

Unimed abre mais de 300 vagas na saúde: há oportunidades para enfermeiros

A Unimed de Belo Horizonte pretende reforçar as equipes que atuam na linha de frente da Covid-19, e, para isso, está com mais de 300 vagas abertas para profissionais de saúde, em especial, para enfermeiros e técnicos de enfermagem, com atuação em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) e em outros setores.

As contratações da entidade são imediatas. A urgência se dá mediante o aumento exponencial dos casos de Covid-19. Os dados da Saúde, em Minas Gerais, justificam essa imediatez.

No Estado, a taxa de ocupação de UTI para tratar da doença, na rede privada, está em 114,4% - pelo menos 53 pessoas aguardam internação. Enquanto isso, na rede pública, a ocupação está em 101,4%, com seis pacientes à espera de uma vaga.

Receba nossas notícias por e-mail: Cadastre aqui seu endereço eletrônico para receber nossas matérias diariamente 

Em vista desse cenário, a Unimed BH afirmou que tomará todas as medidas emergenciais para prestar atendimento aos seus clientes, com reforço nas equipes e, também, abrindo mais leitos de internação e de UTI. Por isso, a entidade tem pressa em ocupar as mais de 300 vagas que abriu em sua rede.

Requisitos

Para se candidatar, entre os requisitos, os profissionais precisam ter registro ativo no Conselho Federal de Enfermagem (Coren), experiência na função e no setor pretendido e conhecimentos básicos em informática. E, se enfermeiro, é preciso ter curso superior e especialização. Já os candidatos às vagas de técnico de enfermagem, necessitam ter curso técnico na área.

Inscrições

Todo o processo seletivo da Unimed BH será online. Os aprovados atuarão em unidades da cooperativa na capital mineira.

Para participar, o interessado deve acessar o site e se cadastrar na seção Trabalhe Conosco (clique aqui).

Falta de profissionais de saúde

Além do agravamento e explosão de casos da Covid-19, Minas Gerais também sofre com a falta de profissionais da linha de frente para atender à alta demanda de pacientes internados nos hospitais.

Apenas durante a pandemia, foram feitos 74 editais públicos para contratações emergenciais de médicos pela Fundação Hospitalar de Minas Gerais (Fhemig). No entanto, 14 deles não receberam interessados.

A explicação para esse déficit pode estar atrelada a vários fatores, como a falta de mão de obra qualificada, desvalorização dos especialistas e afastamento dos profissionais, que já estão atuando no combate à doença.

No momento, a capital mineira, a maior necessidade é preencher as vagas de intensivistas para atuarem nas UTIs, conforme explica a presidente do Conselho Municipal de Saúde, Carla Anunciatta: “Como aumentou muito o número de casos, a equipe fica pequena para atender todo mundo”.

Participe também: Grupo de WhatsApp e Telegram para receber notícias da enfermagem diariamente.

Obrigado por apoiar o jornalismo profissional

A missão da Agência de notícias do PGE é levar informação confiável e relevante para ajudar os leitores a compreender melhor o universo da enfermagem. O leitor tem acesso ilimitado às reportagens, artigos, fotos, vídeos e áudios publicados e produzidos, de forma independente, pela redação da Instituição. Sua reprodução é permitida, desde que citada a fonte. O PGE é o principal responsável pela especialização de enfermagem no Brasil. Muito obrigado por escolher a Instituição para se informar.

Redes Sociais

Atendimento

Atendimento de segunda a quinta-feira das 08:00h às 18:00h e sexta-feira das 08:00h às 17:00h (Exceto Feriados)

Telefones:

    • 0800 003 7744

 

 

Endereço

Escritório administrativo - Goiás

Rua Benjamin Constant, nº 1491, Centro, Anápolis - GO.

CEP: 75.024-020

Escritório administrativo - São Paulo

Rua: Haddock Lobo, n° 131, Sala: 910, Cerqueira César.

CEP: 01414-001 , São Paulo -SP.

Fale conosco

Botão Pós Graduação Responsivo

Agenda de Cursos - Inscrições Abertas