Enfermeiras salvam bebês da UTI após furacão nos Estados Unidos

Enfermeiras salvam bebês da UTI após furacão nos Estados Unidos

Um grupo de enfermeiras, fisioterapeutas e uma enfermeira neonatal do Texas, nos Estados Unidos, entraram em ação para resgatar quatro recém-nascidos de um hospital de Louisiana que foi atingido pelos ventos do furacão Laura, revelou o R7.

As profissionais reuniram um equipamento de alta tecnologia necessário para transferir com segurança os bebês por 90 minutos para um local adequado. Durante o período da viagem, não houve complicação e os recém-nascidos chegaram bem até o outro hospital.

De acordo com a diretora médica da Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital St. Elizabeth, a neonatologista Lauree Thompson, tudo tinha que ser feito dentro dos padrões de segurança. “Desde medicamentos, equipamentos de intubação e suprimentos de alimentação estavam com os profissionais durante essa viagem, precisava ser tudo correto”, afirmou Elizabeth a um jornal local, conforme apurou o R7.

Os recém-nascidos estão agora sendo cuidados no novo hospital, cuja equipe também está trabalhando com a colaboração dos pais das crianças.

Enfermeira salvou bebês durante explosão no Líbano

Outro caso de repercussão mundial foi o de uma enfermeira que salvou três bebês prematuros que estavam internados na UTI neonatal do Hospital Universitário Saint George, localizado no distrito de Ashrafieh, em Beirute. A área foi devastada após as explosões que provocaram destruição na capital do país no início de agosto.

A história foi contada pelo fotojornalista Bilal Jawich, da agência de notícias chinesa Xinhua, que encontrou a enfermeira, que não teve o nome revelado, com as três crianças nos braços em meio aos escombros do hospital, conforme informou a CNN.

Receba nossas notícias por e-mail: Cadastre aqui seu endereço eletrônico para receber nossas matérias diariamente

O fotógrafo descreveu o espanto da cena para a emissora de TV. “Fiquei surpreso quando vi a enfermeira segurando os três recém-nascidos. Percebi sua calma, que contrastava com a atmosfera circundante, com várias pessoas mortas e feridas próximas”.

“No entanto, a enfermeira parecia ter uma força oculta que lhe dava autocontrole e a capacidade de salvar aquelas crianças. As pessoas se destacam em meio a essas circunstâncias violentas, sombrias e más, e essa enfermeira estava à altura da tarefa”, salientou Jawich.

Jawich disse que conversou com a enfermeira e que ela teria revelado que, quando a onda de choque atingiu o hospital, ela estava na maternidade, foi derrubada e perdeu os sentidos. Ainda nas palavras do fotojornalista, ela contou que quando recuperou a consciência, percebeu que estava carregando as crianças.

Participe também: Grupo de WhatsApp e Telegram para receber notícias da enfermagem diariamente

Obrigado por apoiar o jornalismo profissional

A missão da Agência de notícias do PGE é levar informação confiável e relevante para ajudar os leitores a compreender melhor o universo da enfermagem. O leitor tem acesso ilimitado às reportagens, artigos, fotos, vídeos e áudios publicados e produzidos, de forma independente, pela redação da Instituição. Sua reprodução é permitida, desde que citada a fonte. O PGE é o principal responsável pela especialização de enfermagem no Brasil. Muito obrigado por escolher a Instituição para se informar.

Redes Sociais

Atendimento

Atendimento de segunda a sexta-feira,
das 08:00 às 18:00 horas.

Telefones:

  • 0800 003 7744
  •  

     

Endereço

Escritório administrativo - Goiás

Rua Benjamin Constant, nº 1491, Centro, Anápolis - GO.

CEP: 75.024-020

Escritório administrativo - São Paulo

Rua: Haddock Lobo, n° 131, Sala: 910, Cerqueira César.

CEP: 01414-001 , São Paulo -SP.

Fale conosco

Botão Pós Graduação Responsivo

Agenda de Cursos - Inscrições Abertas