Enfermeira acusa governo chinês de mentir e diz que 90 mil pessoas foram infectadas pelo Coronavírus

Enfermeira acusa governo chinês de mentir e diz que 90 mil pessoas foram infectadas pelo Coronavírus

Por meio de uma publicação nas redes sociais, uma enfermeira (que não teve o nome revelado) acusou o Governo da China de mentir sobre o real número de pessoas que contraíram o coronavírus. De acordo com ela, a quantidade de doentes com a pneumonia de origem desconhecida já chega a 90 mil infectados naquele país.

"Estou na área onde o vírus começou a se espalhar. Estou aqui para dizer a verdade. Neste momento, na província de Hubei, incluindo a área de Wuhan, mais de 90 mil pessoas foram infectadas pelo coronavírus", diz ela no vídeo, que gravou escondendo sua identidade sob uma máscara por medo de represália.   

Receba nossas notícias por e-mail: Cadastre aqui seu endereço eletrônico para receber nossas matérias diariamente

A publicação gerou debate nas redes sociais, pois, de acordo com dados oficiais divulgados pelo pelas autoridades chinesas, o vírus infectou 1900 pessoas e matou 80. Com a publicação da enfermeira, muitos internautas questionam se o Governo não está repetindo a mesma falha que cometeu entre 2002 e 2003, quando aquele país enfrentou um surto pela Síndrome respiratória aguda grave (Sars).

Na época, o partido comunista foi alvo de muitas críticas, pois, a atitude de esconder informações sobre o vírus pode ter resultado na morte de mais de 800 pessoas e, pelo menos, 8 mil infectadas pela doença.

Logo quando começou o surto do coronavírus, milhões de usuários do Weibo e do WeChat, redes sociais com alcances semelhantes ao Twitter e ao WhatsApp no Brasil, se queixaram da falta de transparência das autoridades locais para enviar um alerta à população, quando um médico e 13 enfermeiros foram infectados por um paciente durante um procedimento cirúrgico cerebral. Com a situação já era possível prever que o vírus poderia ser transmissível entre humanos.

Vale ressaltar que, o primeiro caso de contaminação pelo vírus foi registrado em Wuhan, em 31 de dezembro de 2019. Sete dias depois, as autoridades reconheceram que se tratava de um patógeno (organismo capaz de causar doença em hospedeiro) de origem desconhecida. No entanto, apenas em 20 de janeiro deste ano que a Comissão Nacional de Saúde confirmou ao mundo que o vírus podia ser transmitido entre as pessoas. 

Após a divulgação oficial, o presidente Xi Jinping deu ordens às autoridades para que colocassem “as vidas e a saúde das pessoas em primeiro lugar”. Nas redes sociais, o Partido Comunista afirmou que qualquer cidadão que escondesse casos de contaminação "seria condenado à vergonha para sempre".

Desafios dos enfermeiros

Expostos a riscos para salvar a vida dos pacientes, enfermeiros estão enfrentando grandes desafios na China. Para atender com agilidade ao grande número de infectados que chegam às unidades de saúde, profissionais estão usando fraldas para adultos porque não têm tempo de ir ao banheiro.

Além disso, muitos optam por usar as fraudas para que não seja necessário tirar os trajes de proteção, diminuindo assim, os riscos de exposição à contaminação pelo vírus. A informação foi divulgada pelo jornal britânico The Independent.

Participe também: Grupo de WhatsApp para receber notícias de enfermagem diariamente

Obrigado por apoiar o jornalismo profissional

A missão da Agência de notícias do PGE é levar informação confiável e relevante para ajudar os leitores a compreender melhor o universo da enfermagem. O leitor tem acesso ilimitado às reportagens, artigos, fotos, vídeos e áudios publicados e produzidos, de forma independente, pela redação da Instituição. Sua reprodução é permitida, desde que citada a fonte. O PGE é o principal responsável pela especialização de enfermagem no Brasil. Muito obrigado por escolher a Instituição para se informar.

Redes Sociais

Atendimento

Atendimento de segunda a quinta-feira das 08:00h às 18:00h e sexta-feira das 08:00h às 17:00h (Exceto Feriados)

Telefones:

    • 0800 003 7744

 

 

Endereço

Escritório administrativo - Goiás

Rua Benjamin Constant, nº 1491, Centro, Anápolis - GO.

CEP: 75.024-020

Escritório administrativo - São Paulo

Rua: Haddock Lobo, n° 131, Sala: 910, Cerqueira César.

CEP: 01414-001 , São Paulo -SP.

Fale conosco

Botão Pós Graduação Responsivo

Agenda de Cursos - Inscrições Abertas